Link para responder ao questionário

Existência:

Em conformidade com o disposto no art. 11 da Lei 10.861/04 (SINAES), a FISMA/FCAA constituiu sua Comissão Própria de Avaliação (CPA) com as funções de coordenar e articular o processo interno de avaliação da IES, e de disponibilizar as informações relativas a esses processos.

A Avaliação Interna caracteriza-se como um processo contínuo por meio do qual a IES constrói conhecimento sobre sua própria realidade para compreender os significados do conjunto de suas atividades educativas e alcançar maior relevância social.

A Auto-Avaliação Institucional e a Avaliação Externa; a Avaliação de Cursos; e a Avaliação de Desempenho dos Estudantes (ENADE), compõem o Sistema Nacional de Avaliação das Instituições de Educação Superior (SINAES).

Quais os objetivos:

A Comissão Própria de Avaliação (CPA) da FISMA/FCAA, constituída por portaria em 05 de março de 2004, tem por objetivo "atender às determinações do art. 11, da Lei nº 10.861, de 14 de abril de 2004, e do art. 7º da Portaria nº 2.051, de 09 de julho de 2004, que tratam do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES).

A CPA, conforme seu Regimento Interno, tem as seguintes atribuições:

I - condução dos processos internos de avaliação da Instituição;

II - sistematização, interpretação e avaliação das informações recolhidas, considerando a missão e as finalidades da Instituição   estabelecidas no Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI);

III - prestação das informações solicitadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (INEP).

Funcionamento:

A CPA conta, na sua composição, com a participação de representantes de todos os segmentos da comunidade acadêmica – corpo docente, corpo discente e corpo técnico- administrativo, e, também, da sociedade civil organizada. A nomeação dos integrantes da CPA é feita pela Diretoria da FISMA/FCAA.

A CPA reúne-se para desenvolver e acompanhar as atividades de avaliação ou mediante convocação do Coordenador.

O desenvolvimento das atividades de avaliação deve levar em conta as características da instituição, seu porte e a existência ou não de experiências avaliativas anteriores, tais como: auto-avaliação institucional, avaliação externa, avaliação dos docentes pelos estudantes, avaliação de desempenho do pessoal técnico-administrativo, avaliação da pós-graduação, entre outros.

Membros:

Nome

Titulação

Cargo na CPA

Maria Aparecida Viam

Especialista

Corpo Técnico Administrativo

Carla Renata Silva Baleroni Guerra

Doutora

Corpo Docente - (Coordenadora da CPA)

Ana Eliza da Silva Lima

Doutora

Corpo Docente

Monica Ainhagne

Especialista

Corpo Docente

Lauro Kenji Komuro

Mestre

Corpo Docente 

Patricia Raquel B. Rosa

Mestre

Corpo Docente

Claudemir Couto Junior (FCAA)

Graduando

Representante do Corpo Discente da FCAA

Eduardo de Almeida Leite

Graduando

Representante do Corpo Discente da FISMA

Willian Willy Rossi

-

Sociedade Civil Organizada

Resultados:

Os resultados do processo de auto-avaliação (avaliação interna) destacam as potencialidades e as fragilidades da IES, e são utilizados como subsídios para a revisão permanente do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI).

Os membros da comunidade acadêmica, os avaliadores externos, e a sociedade, recebem o relatório com os resultados da auto-avaliação, através de reuniões, documentos informativos (impressos e eletrônicos), painéis, boletins, seminários e outros.

A IES, consequentemente, implementa ações acadêmico-administrativas baseadas nos resultados da auto-avaliação e das avaliações externas.

Contato:

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.