Projetos Sociais
Please wait while JT SlideShow is loading images...
FEAFEAFEAFEAFEAFEAFEA
ÁREA DO ALUNO =>
ÁREA DO PROFESSOR =>
MOODLE=>

Home Cursos Superiores Projetos Sociais

A Fundação Educacional de Andradina (FEA) é uma instituição filantrópica devidamente registrada no Conselho Municipal de Assistência Social de Andradina – SP, a mesma trabalha de acordo com o decretado na Lei da Assistência Social - LOAS, que em seu artigo 1º preconiza que:

“A assistência social, direito do cidadão e dever do Estado, é Política de Seguridade Social não contributiva, que provê os mínimos sociais, realizada através de um conjunto integrado de ações de iniciativa pública e da sociedade, para garantir o atendimento às necessidades básicas.”

O conceito de entidade filantrópica foi consolidado na Lei Orgânica de Assistência Social – LOAS, sendo que a entidade é considerada filantrópica, pois não possui finalidade lucrativa, presta serviços à sociedade, não cobra serviços prestados aos beneficiários em situação de risco ou vulnerabilidade.

A entidade beneficente de assistência social, pessoa jurídica de direito privado, sem fins lucrativos, deve atuar no sentido de:

  • proteger a família, a maternidade, a infância, a adolescência e a velhice;
  • amparar crianças e adolescentes em situação de risco e vulnerabilidade;
  • promover ações de prevenção, habilitação e reabilitação de pessoas deficientes;
  • promover, gratuitamente, assistência educacional ou de saúde;
  • promover a integração ao mercado de trabalho;
  • promover o atendimento e o assessoramento aos beneficiários da Lei Orgânica de Assistência Social (LOAS) e a defesa e garantia dos seus direitos;

Para tanto, atuação do Serviço Social da Fundação Educacional de Andradina se desenvolve em duas vertentes: a primeira é a concessão de bolsas de estudos para cursos técnicos e superiores a pessoas em situação de risco e vulnerabilidade; e a outra são projetos sociais, desenvolvidos por uma equipe multidisciplinar, abertos para a participação da sociedade.

1. Bolsas de Estudos

Em um País marcado pela desigualdade social, são necessárias ações que promovam a inclusão da população de baixa renda e de minorias sociais e étnicas ao ensino superior, que historicamente dele foram alijadas. Ao se proporcionar aos jovens uma formação acadêmica em níveis mais elevados, contribui-se para o desenvolvimento individual como também para desenvolvimento em nível local, regional, estadual e nacional. Aos alunos a Fundação oferece bolsas de estudos em cursos técnicos do Colégio Stella Maris, e cursos superiores nas Faculdades Integradas Stella Maris.

Para que os alunos possam requerer bolsas de estudos da FEA, é necessário que o mesmo entre no site www.fea.br, leiam o edital em que seu perfil se encaixe, no caso para alunos novos ou renovação, ressalta-se que neste edital consta todo o procedimento para o pedido de bolsa, posteriormente à leitura, cadastrem-se para concorrer a bolsas e por fim tragam a documentação requisitada no edital até o Serviço Social da FEA.

2. Projetos Sociais

O principal objetivo dos projetos sociais é contribuir para a redução da pobreza e das desigualdades e atuar em prol do desenvolvimento local, regional e nacional, gerando a inserção social, digna e produtiva, de pessoas e grupos que vivem em risco ou em desvantagem social na sociedade. Em síntese, promover o desenvolvimento com igualdade de oportunidades e valorização das potencialidades locais.

Pessoas interessadas em participar dos projetos devem procurar o Serviço Social da FEA.

Os projetos Sociais Desenvolvidos na Fundação são:

2.1 - Campanha de doação de sangue

A campanha de doação de sangue é realizada pela diretoria da Fundação Educacional e pelo Rotary Club de Andradina, possui o objetivo de conscientizar a população sobre a importância de doar sangue de forma fiel e responsável; é de extrema importância encontrar pessoas que se tornem doadores permanentes.

A campanha é realizada três vezes ao ano, com a participação dos membros do Rotary, dos funcionários e alunos da Fundação Educacional, e da população andradinense. Insta dizer que é a participação dos alunos é ainda mais notável com o Curso Técnico em Enfermagem do Colégio Stella Maris, além de doadores, os alunos são voluntários nas prestações de serviços, pois o curso está na área abrangente deste tipo de projeto. Todos os doadores devem estar em boas condições de saúde, possuir idades entre 18 (dezoito) e 25 (vinte e cinco) anos, peso mínimo de 50(cinqüenta) kg (kilos). Além disso, os doadores devem estar descansado no mínimo 6 (seis) horas das últimas 24 (vinte e quatro horas) horas, não estar gripado ou com febre, grávida ou amamentando, e não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 6 (seis) horas.

Ao chegar, o possível doador é submetido a teste de hemoglobina ou micro-hematócrito, o qual verifica a possibilidade de anemia, verificação dos sinais vitais (pressão arterial, batimento cardíaco e temperatura).

As campanhas de doação de sangue ocorrem a cada três meses e normalmente contam a participação de 600 doadores de sangue.

2.2 - Atividades Físicas para Deficientes Visuais

Este projeto é desenvolvido na Associação de Deficientes Visuais de Andradina e Região – Advan em parceria com o curso de Educação Física das Faculdades Stella Maris. Oferece aos deficientes visuais a possibilidade de realizar exercícios físicos supervisionado pelos professores e alunos do curso citado; a atividade física para o deficiente visual deve ser baseada no processo de desenvolvimento do ser humano tendo em vista a identificação das necessidades e possibilidades de cada indivíduo, respeitando sempre o espaço físico, recursos materiais e modificações de regras.

2.3 - Arte de Viver

Este projeto traz à tona, através da dança, o talento cultural de cada participante, as danças se desenvolvem em várias modalidades, como: ballet, jazz, dança de rua, axé, street dance, forró, sertanejo, samba, e também danças advindas de outros países como tango e dança do ventre.

O bailarino e professor deste projeto, Daniel Romalico, instruiu aos sábados e aos domingos na quadra de esportes da Fundação Educacional de Andradina – FEA, cerca de 50 (cinqüenta) crianças, jovens e adultos, todos de classe média baixa, e que não possuem condições para custear aulas de danças em escolas particulares.

O projeto foi iniciado no ano de 2006, quando Daniel ainda era aluno do curso de Educação Física das Faculdades Integradas Stella Maris, mantido pela Fundação Educacional.

Este projeto é de grande repercussão na cidade de Andradina, eis que mudou a vida da maioria dos envolvidos, pois além de ter desenvolvido habilidades na prática de danças, ele pôde tirar das ruas muitos dos participantes.

O objetivo foi é o de promover atividades culturais, sem barreiras de idade ou comprometimento, e com finalidade de inclusão social. O projeto funciona como atividade complementar e fortalecedora, visando desenvolver a capacidade afetiva, física, cognitiva, estética e de inter-relação, os quais proporcionam melhores condições de saúde, desenvolve também habilidades culturais em seus participantes, além de proporcionar o conhecimento cultural de vários tipos de danças

As coreografias do Projeto Arte de Viver são apresentadas em festivais de Andradina e região.

2.4 - Recreação e Reforço Escolar para Crianças em Risco Social

Este projeto, desenvolvido pelo curso de Educação Física das Faculdades Integradas Stella Maris, ocorre diariamente na Casa do Menor Abandonado Leda Furquim Atílio – Camenor.

Na Camenor encontram-se crianças em condição de vulnerabilidade e risco social, vítimas de maus tratos e abandono; assim, os profissionais responsáveis por esta instituição buscam resgatar no mínimo um sorriso dessas crianças. Concomitante a essas novas expectativas esperadas pela instituição citada acima, a Fundação Educacional de Andradina oferece atividades de lazer, cultura e recreação.

No projeto, um estagiário do curso de Educação Física, supervisionado pelo coordenado do curso de Educação Física Antônio Roberto Fumagalli, desenvolve diariamente atividades esportivas aos menores. Os objetivos são melhorias das condições de saúde física e mental, socialização e inclusão social, além da melhora de auto-estima e desenvolvimento pessoal.

2.5 - Grupo de Ginástica e Dança da 3ª Idade Stella Maris

Este projeto é desenvolvido por Elenei Paiá, educadora física e professora do Colégio Stella Maris, mantido pela Fundação Educacional de Andradina; oferece às senhoras a partir de 45 (quarenta e cinco) anos a prática de atividades físicas como ginástica, hidroginástica e dança.

O objetivo deste projeto é desenvolver habilidades nas participantes, para que então as mesmas descubram e superem seu potencial natural, além de melhoras na saúde física e mental, assegurando assim sua cidadania.

O grupo sempre participa de competições, festivais, e até desfiles de moda. Insta dizer, que este projeto já ocorre há 12 anos, o que demonstra o grande sucesso.

2.6 - Hidro Vida

O Projeto Hidro Vida, é desenvolvido pelo curso de Educação Física das Faculdades Integradas Stella Maris e tem como coordenadora a professora Ana Paula Guizarde e por estagiários.

O projeto é indicado a pessoas de qualquer sexo, que tenham idades a partir de 20 (vinte) anos.

A atividade física busca por melhoras nas condições de saúde mental e física, assim os participantes devem comprovar algum tipo de patologia, para então se tornarem participantes do projeto. Relacionado à saúde, o projeto proporcionou maior controle da pressão arterial, da obesidade, além de combater o processo de envelhecimento. Ressalta-se que houve melhora na auto-estima dos participantes, assim como maior socialização e inclusão social.

2.7 - Talento Nato

O Projeto Talento Nato é coordenado pelo professor do curso de Educação Física Marvio Pereira Leoncini.

Este Projeto oferece aulas de futebol, a alunos de escolas públicas, com idades entre 10 e 14 anos, e ocorre no campo de futebol da Fundação Educacional de Andradina.

Ressalta-se que o futebol, é uma paixão nacional e internacional, e assim sendo a Fundação proporciona um espaço para apreender e se integrar.  O objetivo do projeto é que crianças e adolescentes não fiquem nas ruas, evitando então o convívio com drogas e crimes.

O futebol transforma a vida de muitos, fato esse confirmado no Projeto Talento Nato, pois essa iniciativa de cunho social e esportivo promove a integração entre crianças e adolescentes, através da prática supervisionada de futebol, além de estimular profissionalmente os participantes, descobrir novos talentos e proporcionar uma opção de lazer, educação e inclusão social aos alunos.

2.8 - Saúde na FISMA

Este projeto é voltado para alunos e funcionários da Fundação Educacional de Andradina (Colégio Stella Maris e Faculdades Integradas Stella Maris), para eles são oferecidas atividades físicas na academia de musculação da Faculdade.

A atividade física é um ponto muito importante na qualidade de vida, concomitante a esse fato, os alunos e funcionários têm a sua disposição a academia, e recebem a orientação do educador físico José Bechara Neto e de estagiários.

Os objetivos do projeto são melhora da velocidade, do equilíbrio, da auto-eficácia, contribuição para manutenção ou aumento da densidade óssea, auxílio no controle de doenças, principalmente depressão e ansiedade, melhor disposição para o trabalho, socialização e inclusão social.

2.9 - Informática para todos

O curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, das Faculdades Integradas Stella Maris, colabora no desenvolvimento de projetos sociais, voltados para a população andradinense.

Para tanto, disponibiliza o Projeto Inclusão Digital – Informática para Todos, no qual é oferecido um total de 100 (cem) vagas para alunos das instituições que possuem convênios com a Fundação. Essas instituições são a Casa do Menor Leda Furquim Atílio (Camenor), Assistência Metodotista Andradinense (AMA) e Instituto Educacional Polícia Mirim e Grupo da Terceira Idade, todos da cidade de Andradina – SP.

As aulas de informática proporcionam a inclusão digital aos alunos que não possuem meios para manusear computadores, desenvolvendo habilidades antes desconhecidas, melhorando o quadro social e oferecendo novas oportunidades.

2.10 - Mais Saúde

Este projeto implantou um local onde pessoas hipertensas e/ou diabéticas possam fazer exercícios físicos, supervisionados por profissionais da área, a fim de obter melhor qualidade de vida e se tornarem mais livres da medicação de controle de suas enfermidades.

O projeto é desenvolvido pela Prefeitura Municipal de Andradina – Secretaria de Saúde e Fundação Educacional de Andradina.

São atendidos portadores de diabete hipertensão cadastrados no Serviço Municipal de Saúde e demais munícipes interessados na prática regular de exercícios físicos supervisionados por profissionais das áreas de Educação Física e Saúde.

A implantação do projeto tem por objetivo a melhoria da qualidade de vida dos diabéticos e hipertensos por meio de exercícios físicos, realizados nas dependências da Fundação Educacional de Andradina, por profissionais adeptos.

2.11 - Resgatando a cultura com a capoeira

De um começo discriminado pelo uso de preconceitos a chegar aos dias atuais com elevado prestígio em todas as camadas da sociedade, foram necessários grande dose de organização e trabalho árduos. Os benefícios são inúmeros e necessários:

  1. Universalização da cultura afro-brasileira: hoje há crianças praticando vários esportes além do futebol, como a Capoeira;
  2. Melhoria de comportamento familiar e escolar: suspensão de treinos em caso de não preenchimento destes requisitos;
  3. Aumento da qualidade de vida: esporte gera saúde e economia com recuperação de doentes.

Por tudo isto é que sentimos cada vez mais forte que a missão de lutar por um mundo melhor está em atitudes como estas parcerias realizadas entre a Fundação Educacional de Andradina e o Grupo de Capoeira, o investimento na educação e no esporte como base para gerar cidadãos de bem.

O Projeto Capoeira na Escola visa organizar base de dados relativa à qualidade na formação da cidadania; proporcionar aos alunos ensino e acesso a dados e informações necessários à determinação da importância da capoeira como fator de integração da comunidade com a escola promovendo a análise crítica dos impactos causados, tanto pela discriminação do praticante da capoeira, como pela oportunidade de se trabalhar por uma educação integral do ser humano; analisar e qualificar as condições de utilização da capoeira como fator de integração social e desenvolvimento da consciência do cidadão; identificar causas de degradação da qualidade na educação e importância da possibilidade da FEA oferecer alternativas para o desenvolvimento de atividades nos diferentes períodos de estudo; disseminar os conhecimentos sobre a arte da capoeira com o apoio de parcerias; incentivar os alunos, especialmente os do curso de Educação Física, a realizarem pesquisas de campo, proporcionando-lhes o conhecimento da metodologia de pesquisa pertinente

2.12 - Projeto JIU-JITSU

Este Projeto é coordenado pelo Professor Rogério Casonato e sua equipe técnica, nesta pode-se contar com a participação de alunos das Faculdades Integradas Stella Maris, devidamente inscrito na Federação Paulista de JIU-JITSU, sob inscrição de número 14886, oferece aulas a crianças, adolescentes e adultos, na Fundação Educacional de Andradina.

Os principais objetivos do projeto são: inclusão social, prática esportiva, promoção de saúde e orientação nutricional, ensino de valores e quebra de paradigmas, combate a violência, melhora no relacionamento familiar e social, erradicação do trabalho infantil, descoberta de novos talentos.

Além disso, os alunos vivenciam as ‘ressonâncias do cuidado’, como a cordialidade, a partilha, a compaixão, o respeito aos demais e consigo mesmo.

Caro cidadão:

Qualquer dúvida sobre o procedimento de trabalho do Serviço Social da FEA pode ser esclarecido de segunda a sexta-feira das 163h00min  às 21h00min, ou pelo telefone: (018) 37023702.

Fabiana Cardoso Fernandes

Assistente Social

Última atualização (Qua, 30 de Março de 2016 17:06)

 

 

Acesse

Quem Está On-Line
Nós temos 44 visitantes online
Informações
Membros : 2143
Conteúdo : 250
Visualizações de Conteúdo : 862834

R. Amazonas, 571 - Bairro Stella Maris - Andradina, SP - CEP 16901-160 - Fone e Fax: (18) 3702-3702